A imagem mostra uma mão assinando um documento, que pode ser um dos tipos de recibos encontrados em papelaria

Em nosso dia a dia, participamos de diversas transações financeiras, seja efetuando ou recebendo pagamentos. O registro por escrito das informações é uma garantia para todos os envolvidos. Mas você sabe quais são os tipos de recibos que são comercializados em uma papelaria?

Entenda as principais características de cada modelo para saber qual deles é o mais adequado para a sua necessidade. Continue a leitura!

Recibo de salário

Começando a explicar as características dos tipos de recibo, vamos apresentar o recibo de salário. Neste modelo, devem constar as principais informações sobre a empresa, como nome e CNPJ.

Para efeitos legais, também é obrigatório constar a assinatura do colaborador e o período trabalhado, bem como o detalhamento de vencimentos (salário-base, férias, 13º salário e horas extras) e descontos (adiantamento, vale-transporte e contribuição para a previdência). O valor líquido deve ser especificado por extenso.

Recibo comercial (com ou sem canhoto)

Esse tipo de recibo facilita o gerenciamento e a contabilidade de empresas de diversos setores. O canhoto é a parte do talão que não se destaca, portanto, permanece sobre a posse de quem emite o documento.

Nesta área, ficam registrados os dados principais sobre a transação, incluindo a identificação do pagador, valores negociados, além da data em que o pagamento foi efetuado.

Nas papelarias, também é possível encontrar recibo comerciais sem canhoto. Neste caso, quem emite o recibo precisa encontrar outra maneira de armazenar esses dados. Ambos os talões – com ou sem canhoto – são vendidos em blocos que contém 50 folhas.  

Recibo de Pagamento

Dando continuidade a este post que apresenta os tipos de recibos, falemos do modelo geral de recibo de pagamento, que pode ser encontrado em diversos modelos. Este documento comprova que a quantia acertada entre comprador e vendedor foi quitada.

Esse documento também pode ser emitido nas situações em que há uma prestação de serviços, como, por exemplo, o recibo para pagamento de empregada doméstica.

Recibo de Aluguel

Dando continuidade a este texto, vamos falar de mais um dos tipos de recibos, o que comprova o pagamento de aluguel, seja de um imóvel ou de um equipamento. Neste modelo, além das demais informações, é importante especificar o período referente a quitação, assim como os respectivos valores.

O ideal é que o locatário arquive esse documento, para se resguardar contra possíveis cobranças indevidas. É recomendável que eles sejam organizados em sequência, para facilitar o seu controle ou a sua localização. Via de regra, são comercializados talões com 50 folhas.

Nota Promissória

Perto do fim, é válido ressaltar que as papelarias também comercializam talões de notas promissórias. Ao contrário dos outros tipos de recibos, que comprovam que o pagamento foi feito, este documento oficializa o compromisso de quitação de uma dívida.

Para que não haja um desgaste entre as partes envolvidas, o documento deve conter o detalhamento das condições de pagamento, com os prazos, taxas de juros e datas de vencimento. Também é importante incluir as medidas caso os pagamentos não sejam efetuados em dia.

Entendeu as diferenças entre os tipos de recibos que podem ser encontrados em uma papelaria? Curta a página da Pedagógica no Facebook para receber nossos conteúdos em primeira mão. Até a próxima!